fbpx

Bem-Vindo ao Blog da Artsoft 

Tudo sobre Gestão e Sistemas para Pequenas e Médias Empresas

SAT Fiscal: confira quais estados já adotaram

Cada vez mais estados estão aderindo ao sistema SAT Fiscal para otimizar e garantir mais transparência ao processo de emissão de cupons fiscais. Em implementação desde 2014, o SAT ainda é motivo de dúvidas para muitos contribuintes, sobretudo porque pode ser confundido com outra novidade, as Notas Fiscais eletrônicas (NFC-e). Neste texto, vamos fazer um resumo sobre o SAT Fiscal e mostrar a lista completa dos estados que já aderiram a esse novo sistema de emissão. Acompanhe:

O que é o SAT Fiscal?

SAT é uma sigla para Sistema Autenticador e Transmissor Fiscal. É um equipamento usado para imprimir notas fiscais que atendem a todas as exigências previstas em lei. O SAT atua como uma espécie de adaptador para impressoras não fiscais, fazendo com que a nota seja impressa de acordo com os requisitos da legislação.Uma diferença dele para a emissão de notas fiscais eletrônicas é que ele prevê o uso de um aparelho oficial. A segunda é que a conexão com a internet não é necessária para imprimir o documento devidamente legalizado. Contudo, nessa situação, você deve encaminhar os dados da venda para a Receita em até 10 dias.

O que o SAT Fiscal substitui?

A ideia é que o SAT substitua todos os equipamentos Emissor de Cupom Fiscal (ECF), e a troca se tornou obrigatória em meados de 2014. Assim, os estabelecimentos comerciais criados após a determinação da obrigatoriedade já devem usar o aparelho. Os demais contribuintes precisam observar a legislação local para saber qual o prazo de efetivação da mudança. O tempo até a adoção varia mediante o tipo de comércio e outras questões.

Powered by Rock Convert

Qual é o objetivo do SAT Fiscal?

Os planos do governo com a implementação tanto do SAT quanto da NFC-e é reduzir a chance de sonegações e violações legais. Essas novidades facilitam o controle do poder público e de fato garantem mais segurança e transparência para o Fisco.Mas não são apenas os estados da União que saem beneficiados. O consumidor tem acesso facilitado ao documento fiscal, podendo visualizá-lo a qualquer momento, desde que conectado à internet.A vantagem dos contribuintes e empresários é que o SAT vai sair muito mais em conta do que as impressoras fiscais disponíveis no mercado. Você pode usar a sua impressora não fiscal conectado ao SAT.Com isso, a chance de dados inválidos, erros de emissão e problemas com a fiscalização são de quase zero.

Quais estados já aderiram ao SAT Fiscal?

Como o SAT Fiscal é um projeto em paralelo com a implementação das notas fiscais eletrônicas, nem todos os estados do país aderiram ao sistema. São Paulo foi o primeiro estado a exigir a utilização do aparelho em relação aos contribuintes, e atualmente outros 5 também adotaram o projeto:

  • Alagoas;
  • Ceará;
  • Mato Grosso;
  • Minas Gerais;
  • Paraná;
  • Sergipe.

Se você quiser saber ainda mais sobre as diferenças entre o SAT Fiscal e a NFC-e, leia o post “Entenda NFC-e e quais as mudanças no Rio de Janeiro!”. Aproveite a visita no blog para deixar um comentário e nos dizer o que você achou deste texto!

 

cf-e sat, cupom fiscal eletrônico, Impressora Fiscal, SAT


Marcos Leite

Cofundador da Artsoft, Head de Marketing & Vendas e Diretor da área de Projetos de implementação dos Sistemas de Gestão ERP.

artsoft-erp_logo-home
artsoft-erp_logo-home

Endereços:
Rua Fradique Coutinho 50 | 3° andar | Pinheiros | São Paulo
• Tel.:(11) 3090-4433
Rua México, 90 | 6° andar | Centro | Rio de Janeiro
Tel.: (21) 3216-9100


@Artsoft. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade
Feito por Agência de Crescimento

Default

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.

%d blogueiros gostam disto: