fbpx

Blog Artsoft Sistemas

Assine nosso blog e receba artigos sobre gestão e tecnologia para otimizar a administração da sua empresa e ajudar você a vender ainda mais.

Planejamento Estratégico: como retomar o crescimento da sua empresa!

 

Nos ciclos de crise da economia, a retomada do crescimento é a parte mais desafiadora, já que a superação de desafios requer estratégia. Contudo, muitas vezes este é um ponto fraco da cultura empresarial brasileira, na qual a tomada de decisões na base da intuição e do improviso costumam ser a regra. É por este motivo que muitos gestores são pegos de surpresa quando chega uma crise, por que não houve planejamento estratégico do negócio.

Quer saber como planejar a retomada do crescimento da sua empresa? Fique atento e veja essas dicas em nosso post de hoje.

Entenda como fazer um planejamento estratégico

O planejamento estratégico é o ato gerencial para criar métodos, a fim de se fazer uso eficaz dos recursos (humanos, financeiros, técnicos, tecnológicos, materiais) disponíveis. O objetivo é conseguir melhores resultados, tornando a empresa apta a explorar as oportunidades de novos negócios no presente e no futuro, visando alcançar a sustentabilidade.

O ponto de partida para o planejamento estratégico é ter claros: o propósito da empresa, sua visão de futuro e quais serão os valores que nortearão as ações e atitudes de todos os envolvidos. A partir daí, serão definidos os passos para tornar real essa visão, desdobrando o plano em metas menores e identificando quais competências precisarão ser desenvolvidas para potencializar o alcance desses objetivos.

Posteriormente, deve ser consolidado um plano de ação com definição de prazos e responsáveis. Tal plano precisa ser acompanhado e reestruturado periodicamente para fazer frente aos percalços e às mudanças nos contextos internos e externos da organização.

Conheça a situação financeira da sua empresa

Mapeie um a um cada compromisso financeiro — contas a pagar, cada ativo e seu valor, todas as previsões de entradas de recursos (contas a receber), todos tanto vencidos quanto vincendos. Conhecer a situação financeira da empresa é passo fundamental para a retomada do crescimento. A partir dessa informação você pode planejar:

  • Liquidar os compromissos financeiros vencidos (endividamento), vendendo ativos onerosos (imóveis vazios e ociosos, estoque sem giro, veículos parados, etc.), renegociando com os credores e/ou fazendo ações de recuperação de crédito com os seus clientes inadimplentes.
  • Capacitar sua equipe, manter e gerenciar um controle de fluxo de caixa.
  • Estabelecer um plano de reserva financeira para formação de capital de giro.
  • Eliminar desperdícios e cortar gastos supérfluos.

Todas essas providências contribuem para o equilíbrio econômico-financeiro, que traz tranquilidade a fim de que os gestores possam se dedicar à melhoria contínua da produtividade e rentabilidade empresarial.

Estipule um orçamento

Planeje as atividades macro do seu negócio e defina o orçamento empresarial, estimando os gastos, os ganhos e os investimentos para um período mínimo de 1 ano, sendo ideal abranger os próximos 5 anos. Os levantamentos da situação financeira atual ajudam a conhecer os valores praticados para cada atividade, permitindo uma estimativa realista.

O orçamento proporciona alocar os recursos da organização com eficiência e eficácia, para total aproveitamento das oportunidades identificadas no contexto interno e externo da empresa. Para que seja consistente, é necessário envolver todos os gestores e os colaboradores chaves da organização no seu planejamento.

Uma vez implementado um bom orçamento, é necessário acompanhar minuciosamente cada entrada e saída de bens, serviços e recursos, a fim de ter um comparativo entre previsto e realizado que permita aprimorá-lo continuamente.

Determine indicadores e metas

Você sabe algumas informações importantes para o desenvolvimento da sua empresa? Entre os diversos dados essenciais para o crescimento corporativo, é preciso medir:

  • Custo de aquisição de clientes (CAC);
  • Lucro líquido gerado por cada um dos seus clientes desde a primeira compra (LTV);
  • Capacidade de pagamento da sua empresa (Liquidez);
  • Giro de estoque dos produtos que sua empresa comercializa;
  • Índice de rotatividade de pessoal da sua equipe.

Esses são alguns dos mais importantes indicadores que devem ser conhecidos pelo gestor do negócio para poder conquistar bons resultados.

Estude as peculiaridades do seu negócio, determine quais indicadores serão monitorados e planeje as metas a serem alcançadas, acompanhando e ajustando-as mensalmente ou em períodos mais curtos. Disponha os seus indicadores em painéis de gestão à vista (dashboard) nos quais seja possível visualizar a evolução de cada um deles ao longo do tempo, tecendo comparativos de performance entre filiais e com a concorrência.

Os indicadores de desempenho são fundamentais para avaliar se os esforços despendidos e os recursos aplicados pela empresa estão trazendo os resultados almejados. Com eles você assume pleno controle dos rumos que a sua empresa toma.

Outro ponto importante é acompanhar os indicadores econômicos do país e do seu ramo de atuação. Quando você os conhece bem, dá para perceber quando os primeiros de sinais de uma nova crise se manifestam e, assim, ter tempo para planejar ações que blindem a sua empresa contra as adversidades.

Invista em inovação

Inovar deve ser uma das metas estratégicas da empresa. Não porque está no auge da moda inovar, mas pelo fato deste ser um fator de impulsão do crescimento organizacional.

Mas, para que se inova? Para fazer mais com menos — economizar materiais, tempo, dinheiro —, simplificar ou otimizar o uso de produtos ou serviços, gerar convergência entre tecnologias complementares e implantação de softwares e, principalmente, gerar demanda e lucratividade.

O processo de inovação pode ocorrer nas regras de negócios, no modelo organizacional, em um produto ou serviço, na formação de uma parceria que abra novos mercados ou novas oportunidades de negócios.

Inovar é um processo que precisa de investimento no sentido amplo da palavra — dinheiro, tempo, treinamento, dedicação — porque requer formação de cultura inovadora, o que depende de cabeças pensantes, formadoras de opinião, inventivas, curiosas. É preciso, nesse cenário, buscar e valorizar o novo, conhecendo o universo empresarial e agregando valor ao seu mix de produtos e serviços.

Portanto, leva algum tempo para formar uma equipe inovadora, engajá-la nos processos empresariais e extrair bons resultados do seu trabalho.

Realizar o planejamento estratégico não é uma tarefa solitária: ela requer organização e a cooperação de diversas pessoas na coleta de informações, no estabelecimento de objetivos e metas, na oferta de ideias criativas e inovadoras e no cumprimento dos compromissos de busca de sucesso assumidos.

E a sua empresa, já faz o planejamento estratégico anual? Deixe seu comentário, conte sua história! E se tiver alguma dúvida, é só fazer sua pergunta que nós esclareceremos

Crescimento, ERP, Fenícia ERP, planejamento estrategioco

artsoft-erp_logo-home

artsoft-erp_logo-home

São Paulo: Av. Brg. Faria Lima, 4440 - 10 andar, Itaim Bibi. 
Tel.:(11)3090-4433

Rio de Janeiro: Rua México, 90 -  6 andar, Centro.
Tel.: (21) 3216-9100

Uma empresa do Grupo Artsoft: https://www.grupoartsoft.com.br

Default

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.

%d blogueiros gostam disto: