fbpx

Bem-Vindo ao Blog da Artsoft 

Tudo sobre Gestão e Sistemas para Pequenas e Médias Empresas

Lead time: confira nosso guia completo sobre o tema

Todos os empresários e gestores anseiam que suas empresas conquistem o mercado e cresçam de maneira sustentável. Para isso, é indispensável garantir a eficiência dos processos internos e, principalmente, proporcionar aos clientes uma excelente experiência quando eles tiverem contato com suas marcas.

É claro que conquistar a satisfação do público nem sempre é uma tarefa fácil, afinal, são muitos os fatores envolvidos. Além de garantir a qualidade dos produtos e/ou serviços prestados, é necessário, por exemplo, oferecer um bom atendimento no pré e pós-venda e, claro, ter um lead time reduzido.

Por falar nisso, você sabe qual o conceito de lead time? Por que ele é importante para o sucesso de sua empresa? Como reduzir o lead time pode contribuir para conquistar os clientes? Confira tudo isso e muito mais sobre o assunto, neste guia que preparei para você!

Entenda o conceito de lead time

De forma simplificada, lead time, em português, “prazo de entrega”, pode ser conceituado como o tempo total gasto em um processo de compra. Trata-se do período compreendido entre a data de realização de um pedido até o dia da entrega do produto ou prestação de um serviço ao cliente.

Para que você compreenda o lead time, é importante que saiba que a empresa e os clientes o veem de forma diferente. Para eles, o lead time é apenas o tempo gasto pela empresa para entregar o produto ou prestar o serviço.

Já para os empresários, o conceito é um pouco mais complexo, pois envolve o tempo gasto em todas as etapas produtivas, até que o produto seja entregue ao consumidor. Desse modo, pode-se dizer que os empresários devem analisar o lead time de forma detalhada, levando em consideração, por exemplo, as seguintes etapas:

  • data de realização do pedido pelo cliente;
  • data de recebimento da solicitação do cliente;
  • processamento do pedido no departamento responsável;
  • coleta, recebimento e armazenagem de matéria-prima;
  • montagem e armazenagem do produto;
  • distribuição para transportadora;
  • entrega do produto ao cliente.

Vale lembrar que cada uma dessas etapas demanda um tempo próprio, que varia de acordo com segmento de mercado, perfil da empresa e processos organizacionais. No entanto, independentemente de eventuais variações, é necessário sempre ter em mente que o lead time deve ser muito bem gerenciado.

Isso se deve, sobretudo, para evitar seu alongamento e, consequentemente, a insatisfação dos clientes e prejuízos financeiros. Continue a leitura e entenda melhor!

Descubra qual a importância do lead time

Inicialmente, é importante registrar que compreensões superficiais acerca do lead time podem ocasionar a equivocada impressão de que a mera manutenção de elevadas quantidades dos produtos em estoque é suficiente para melhorar o indicador. No entanto, não é bem assim.

Afinal, manter o estoque alto impacta diretamente as finanças da empresa, em especial, o capital de giro. Nesse cenário, o bom gerenciamento do lead time é importante porque possibilita a otimização dos processos de produção da empresa, sobretudo a diminuição do tempo gasto na linha de produção, desde a realização do pedido até a sua entrega.

Com isso, há redução dos impactos dos custos fixos no orçamento e aumento da lucratividade da empresa. O bom gerenciamento do lead time permite, por exemplo, a diminuição dos valores gastos para a manutenção de estoque.

A diminuição do tempo de entrega contribui para a eficiência nas compras, pois reduz a necessidade de manutenção de materiais armazenados. Assim, os recursos que seriam utilizados na aquisição de elevadas quantidades de bens para o estoque podem ser destinados a outros investimentos, que darão maior retorno.

Eficiência no planejamento

A correta compreensão do lead time dos produtos também contribui para a realização de planejamentos organizacionais mais eficazes. Afinal, conhecer o tempo gasto para a entrega de cada produto permite que os gestores analisem e planejem medidas que podem ser adotadas para redução desse período.

Vale lembrar que a redução do lead time contribui, ainda, para atração e fidelização de clientes. Afinal, os consumidores tendem a optar por empresas que oferecem produtos e serviços em menor prazo e, principalmente, a ser fiéis a empresas que cumprem o prazo prometido.

Desse modo, pode-se dizer que o bom gerenciamento do lead time é importante porque a redução desse indicador traz muitos benefícios para empresa, tais como:

  • permite a delimitação precisa dos prazos de entrega dos produtos;
  • garante a satisfação dos clientes quanto aos prazos de recebimento dos produtos;
  • possibilita a identificação de gargalos nos processo produtivos;
  • auxilia no controle e melhoria dos processos produtivos;
  • possibilita o aumento da produtividade, sem que seja necessário o aumento da capacidade produtiva;
  • contribui para a construção de uma boa imagem da empresa perante o mercado.

Saiba como funciona o lead time no varejo

O bom gerenciamento do lead time é fundamental para qualquer empresa, inclusive para as que atuam no segmento varejista. Propiciar uma boa experiência ao cliente quando ele está em contato com a marca é indispensável para alcançar o sucesso no mercado.

No setor varejista, o lead time, ou seja, o período compreendido entre a realização do pedido pelo cliente e a entrega final do produto, pode ser um diferencial competitivo. Afinal, além de produtos de qualidade, os consumidores buscam empresas que oferecem prazos de entrega capazes de satisfazer suas necessidades e, obviamente, que cumpram o que prometem.

Desse modo, o bom gerenciamento do prazo de entrega no varejo garante não só a satisfação dos clientes, mas também, a sua fidelização e, claro, a atração de novos consumidores. Por isso, é muito importante saber como calcular e como reduzir o lead time. Continue a leitura e descubra!

Aprenda a calcular o lead time

Antes de entender como calcular o lead time, você precisa ter em mente que o cálculo do tempo gasto desde a realização do pedido pelo cliente até a entrega final do produto varia de acordo com a especificidades do negócio. Mais especificamente, com a etapas envolvidas no processo.

No geral, o lead time pode ser calculado de duas formas, a depender de quando o produto é produzido, ou seja, se ele é fabricado antes ou depois de o cliente realizar o pedido. Confira, a seguir, cada uma delas!

Cálculo do lead time para produtos fabricados sob encomenda

Para o cálculo do lead time dos produtos que são fabricados apenas após a realização do pedido pelo cliente, você deve seguir as seguintes etapas:

Powered by Rock Convert
  • liste tudo que será utilizado na produção do produto, por exemplo, mão de obra, insumos, matéria-prima, itens necessários a eventuais reparos etc.;
  • descubra o tempo necessário para aquisição de cada item usado na produção;
  • identifique o item que demanda maior tempo de aquisição e registre a data prevista para sua chegada;
  • calcule o período gasto (dias e horas) para fabricação do produto, levando em consideração o tempo despendido para eventuais reparos em máquinas, feriados e finais de semanas;
  • conte o tempo gasto desde a embalagem e distribuição do produto à transportadora até a sua chegada ao cliente.

Depois de seguir os passos acima, para obter o lead time, basta somar o tempo obtido em cada um deles. Ou seja, ele é o resultado do tempo necessário para aquisição de matérias primas (deve ser levado em consideração o item de maior prazo), o tempo gasto na produção e o despendido na distribuição do produto à transportadora e na entrega do bem ao cliente.

Cálculo do lead time para produtos em estoque

Nas empresas que produzem para estoque, o cálculo do lead time é um pouco diferente do que você viu no item anterior. Para os produtos produzidos antes da realização do pedido pelo cliente, ele deve ser calculado observando os seguintes passos:

  • verificar se os produtos solicitados pelo cliente estão disponíveis no estoque;
  • calcular o período gasto para separação do produto armazenado;
  • contar o tempo necessário para contratação da transportadora e distribuição do produto a ela;
  • calcular o tempo gasto pela transportadora para realizar a entrega do produto ao cliente.

Após seguir os passos que listei acima, basta somar o tempo obtido em cada um deles. Assim, você vai obter o lead time dos produtos que são produzidos antes da realização do pedido pelo cliente.

Vale lembrar que para o bom gerenciamento do lead time, não basta saber como calculá-lo, também é preciso adotar medidas que sejam aptas a reduzi-lo. Por isso, separei algumas dicas para você.

Veja como diminuir o lead time

Como você pôde perceber, a redução do tempo existente entre a data em que o consumidor realiza o pedido e o momento em que ele recebe o produto traz muitos benefícios para empresa, sobretudo no que se refere à experiência do cliente. Por isso, é importante identificar quais medidas podem ser adotadas para reduzir o lead time.

Cabe ressaltar que a diminuição do prazo de entrega de um produto demanda uma análise minuciosa de todas as etapas envolvidas no processo. Para isso, é indispensável dialogar com os colabores de todas as áreas envolvidas, afinal, só assim será possível identificar quais pontos podem ser melhorados.

Além da comunicação com todos os setores da empresas, existem alguns pontos a que você deve ficar atento. Confira, a seguir, quais são eles!

Produtos com maior lead time

O primeiro passo para reduzir o lead time é identificar quais produtos demandam mais tempo para a entrega. Depois de listá-los, você deve analisar quais medidas podem ser adotadas para reduzir o prazo de entrega de tais itens.

O ideal é que seja feita uma avaliação detalhada do tempo gasto em cada etapa do processo de entrega. A partir disso, será possível identificar por que o lead time de determinado produto é maior e o que pode ser feito para reduzi-lo.

Padronização dos processos

Não é incomum que as empresas tenham etapas não padronizadas em seus processos internos. No entanto, isso não é nada bom, afinal, não há nada pior para a produtividade e manutenção do controle de qualidade do que a ausência de organização e uniformização.

Para reduzir o lead time dos produtos de sua empresa, identifique as etapas que são realizadas sem um fluxo padrão. Depois disso, identifique qual a maneira mais eficiente para realizá-las e adote-a como norma. Assim, além de melhorar o prazo de entrega, você consegue manter a qualidade dos produtos.

Escolha dos fornecedores

Outro ponto a que você deve ficar atento para conseguir reduzir o prazo de entrega de seus produtos é a escolha dos fornecedores. Assim, além de ficar atento à qualidade dos bens ofertados por seus parceiros, analise os prazos em que eles entregam os produtos que sua empresa precisa.

Tente negociar os prazos, estabelecer acordos para manter estoques prontos com o fornecedor, de modo a reduzir o tempo gasto na solicitação e entrega dos insumos, bem como evitar que sua empresa não consiga adquirir determinado produto porque ele está em falta.

Produção e rota dos produtos

Quando o assunto é redução do lead time, a linha de produção também merece especial atenção dos gestores. Desse modo, analise o processo produtivo e identifique o que pode ser melhorado para torná-lo mais eficiente. Por exemplo, etapas manuais que podem automatizadas.

Além da linha de produção, estude as possíveis rotas para entrega dos produtos, buscando identificar as melhores opções, tanto em questão de economia no valor do frete quanto em relação ao tempo de entrega.

Vale lembrar que, à primeira vista, a redução do lead time pode parecer difícil. No entanto, a utilização de bons recursos tecnológicos pode ajudar a sua empresa a calcular esse indicador, bem como a identificar as medidas que podem ser adotadas para melhorar a produção e reduzir o tempo de entrega dos produtos. Continue a leitura e entenda melhor!

Veja como a tecnologia pode reduzir o lead time

Certamente, você já sabe que a tecnologia é uma grande aliada dos gestores quando o assunto é eficiência e confiabilidade dos processos. Com o lead time, não é diferente. Existem recursos que podem ajudar você a calcular esse indicador, bem como a identificar quais medidas podem ser implementadas para reduzi-lo.

A adoção de softwares de gestão, como o ERP, contribui muito para a eficiência dos processos da empresa. Principalmente, por automatizar etapas que são realizadas manualmente de forma desnecessária.

Atualmente, existem ERPs personalizáveis e integrados, ou seja, que se adequam às especificidades do seu negócio e permitem o gerenciamento de todas as informações da empresa (inclusive filiais) em um único sistema. Isso torna os processos muito mais rápidos e eficazes.

Além disso, cabe ressaltar que o ERP auxilia no cálculo do lead time, pois ele fornece aos gestores formações específicas de cada setor (de cada etapa) e também do negócio como um todo. Assim, fica mais fácil a identificação de eventuais gargalos, bem como de medidas aptas a melhorar a eficiência dos processos.

Agora que você já sabe o conceito de lead time, a importância desse indicador e por que usar ERP pode ajudar a calcular e a identificar esse indicador, certamente, conseguirá adotar medidas eficazes para diminuir o tempo de entrega de seus produtos. Assim, pode garantir a satisfação de seus clientes, fator fundamental ao sucesso de seu negócio.

O que achou deste guia que preparei para você? Ele ajudou a compreender como reduzir o lead time e garantir a satisfação dos clientes? Compartilhe-o em suas redes sociais para seus amigos ficarem por dentro do assunto!

controle de estoque, Gestão de Compras, Gestão de Pedidos, lead time


Marcos Leite

Cofundador da Artsoft, Head de Marketing & Vendas e Diretor da área de Projetos de implementação dos Sistemas de Gestão ERP.

artsoft-erp_logo-home
artsoft-erp_logo-home

Endereços:
Rua Fradique Coutinho 50 | 3° andar | Pinheiros | São Paulo
• Tel.:(11) 3090-4433
Rua México, 90 | 6° andar | Centro | Rio de Janeiro
Tel.: (21) 3216-9100


@Artsoft. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade
Feito por Agência de Crescimento

Default

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.

%d blogueiros gostam disto: