fbpx

Blog Artsoft Sistemas

Assine nosso blog e receba artigos sobre gestão e tecnologia para otimizar a administração da sua empresa e ajudar você a vender ainda mais.

Como usar informações para tornar a tomada de decisões mais eficiente

 

 

 

Nos primeiros anos de uma empresa, a tomada de decisões é algo fluido, intuitivo e orgânico. O gestor está motivado e envolvido com cada etapa e conhece o negócio nos seus mínimos detalhes. Todo esse conhecimento permite relacionar rapidamente vários fatores e decidir baseado numa mistura de feeling e experiência.
O negócio cresce por alguns anos mas, daí a algum tempo, fica estagnado.
Embora não estejam erradas, as decisões do gestor também não geram mais os resultados de antigamente. Além do mais, a expectativa ficou alta, por conta do crescimento inicial e agora não se cumpre mais. Você se identificou com essa situação? Então vamos te mostrar uma saída para ela: o uso de informações para tomar decisões. Continue a leitura e saiba quando é a hora de substituir a intuição por um mecanismo mais eficiente para definir os rumos do seu negócio. Pronto para retomar o crescimento dos primeiros anos?

Analise seu mercado e melhore internamente

Se até agora você se guiou apenas pelo tino empresarial, isso significa que você tem faro para os negócios, o que é ótimo. Mas também quer dizer que você deixou muitas coisas boas em segundo plano. Nada de mal com isso, afinal a vida é feita de decisões, certo?
Só para citar um exemplo: em algum momento você realmente fez uma análise do seu mercado? Por “análise” não queremos dizer apenas “pensar a respeito”, mas reunir números sobre a demanda por seu produto ou serviço, seus concorrentes, fornecedores e até as preferências do seu consumidor mais fiel. Ver de fora como outras empresas lidam com certas questões também é uma ótima maneira de perceber erros internos e corrigi-los.
Pode não parecer, mas aprender com os concorrentes é prática corriqueira entre empresários. O que queremos mostrar é que, se as suas decisões não envolvem números e informações concretas, é comum que você analise e melhore aquilo que sua empresa já faz certo, mas deixe em segundo plano o que ela faz de errado. A falta desse tipo mais amplo de exame é uma das coisas que costuma fazer um negócio em ascensão estagnar repentinamente.
Não é sua culpa se você não sabe o porquê dessa mudança: sem as informações necessárias, todos nós acabamos procurando as soluções certas nos lugares errados. Se evitar isso, algo começa a mudar: você passa a compreender de fato o que acontece internamente. Meio caminho andado. Agora, comece a analisar todo o entorno para entender como aspectos externos podem influenciar seus negócios e vice-versa.

Levante e armazene dados

Mas como fazer isso? O universo de uma pequena ou média empresa é mais fácil de compreender do que todo um segmento de mercado e suas oscilações e inconstâncias. A resposta para essa pergunta não é tão complexa quanto parece: agora, você sabe onde está o problema — ou melhor, onde ele não está — e vai precisar de uma base mais segura para entender cada coisa na sua complexidade e tomar suas decisões.
No final das contas, todo mundo está cansado de repetir que “prevenir é melhor do que remediar”. Mas pare para pensar: de todas as decisões que você toma diariamente, quantas são soluções de problemas de última hora e quantas são medidas de planejamento? Comece a levantar e armazenar informações sobre os pontos de que falamos.
Ao contrário do que parece, quase tudo pode ser medido: pode haver dados sobre produtos que encalham no seu estoque, serviços que não interessam a determinados tipos de cliente, o comportamento de compra desses clientes, indicadores de desempenho dos seus colaboradores, análise das suas obrigações fiscais e muito mais.
Pode ser, no entanto, que você se sinta um pouco esmagado pela quantidade de números que encontrar. Ora, o dia a dia de um gestor é muito, mas muito corrido. Você vai precisar direcionar suas pesquisas se quiser que tudo isso dê certo.

Priorize as informações certas para a tomada de decisões

Tantos dados e algumas perguntas: o que fazer com eles? A primeira constatação acaba sendo a de que não são todas as informações que importam. Levantar dados em grande quantidade e desordenadamente, ao contrário, pode prejudicar suas decisões. Para encontrar tempo na sua rotina corrida e separar o joio do trigo — sistematizando o seu caminho e tornando-o rápido e racional como você precisa — a melhor solução é contar com a tecnologia.

Use um software de gestão

Grandes chances de você ter ficado preocupado só de ler estas últimas palavras. Ouvir falar em um software como esse induz muitos empreendedores a ideias equivocadas. Eles pensam que o custo de aquisição e manutenção é alto, que a instalação requer muito tempo e que vão ter que treinar vários colaboradores para compreender um programa complexo.
Resumindo: acham que trata-se de uma solução enorme e custosa de engenharia computacional que só empresas de grande porte podem pagar. Isso não é verdade.
A Tecnologia da Informação evoluiu muito, a ponto de ser possível contratar serviços que se encaixem perfeitamente no tamanho, perfil e orçamento de cada empresa. Já é possível contar com opções simples, fáceis de usar e baratas.
Além do mais, o retorno sobre o investimento (ROI) de um software como esse é muito grande. Ele economiza tempo e dinheiro levantando informações que em breve vão ser convertidas em um faturamento maior. Além disso, ele tem um efeito benéfico sobre você em médio prazo: te liberar do estresse diário das pequenas tomadas de decisões. Assim, você guarda a sua cabeça para as ideias que te destacaram da concorrência e fizeram a sua empresa crescer tanto no início.
Tudo isso porque optou por trabalhar com números, entender, analisar e planejar cada passo antecipadamente. Não será isso que falta para virar essa página tão importante do seu negócio e voltar a tomar as melhores decisões?
E por falar em informações e tomada de decisões, quer ler mais a respeito e se aprofundar nesse assunto? Então assine a nossa newsletter e receba artigos como este aqui direto na sua caixa de e-mail. Quanto mais você conhecer, melhor vai se sair na hora de decidir!

 

Marcos Leite

VP Vendas e Marketing em Artsoft Sistemas
Empresário, ajuda pequenas e médias empresas a crescer de forma segura através da aplicação tecnologia aos processos de gestão e controle.
Antes de assumir o cargo de VP do Grupo Artsoft, passou pela área de suporte e atendimento ao cliente, implementação de ERP, gerenciamento de projetos, Vendas, e VP do Grupo Artsoft.
Musico baterista e entusiasta de Marketing e Vendas.

Armazene dados, Fenícia ERP, Software de Gestão, tomada de decisão


Marcos Leite

Empresário, ajuda pequenas e médias empresas a crescer de forma segura através da aplicação tecnologia aos processos de gestão e controle. Antes de assumir o cargo de VP do Grupo Artsoft, passou pela área de suporte e atendimento ao cliente, implementação de ERP, gerenciamento de projetos, Vendas, e VP do Grupo Artsoft. Musico baterista e entusiasta de Marketing e Vendas.

Comment

artsoft-erp_logo-home

artsoft-erp_logo-home

São Paulo: Av. Brg. Faria Lima, 4440 - 10 andar, Itaim Bibi. 
Tel.:(11)3090-4433

Rio de Janeiro: Rua México, 90 -  6 andar, Centro.
Tel.: (21) 3216-9100

Uma empresa do Grupo Artsoft: https://www.grupoartsoft.com.br

Default

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.

%d blogueiros gostam disto: