Tag: vendas

O objetivo de todo negócio empresarial é gerar lucro, certo? Mas, para alcançar esse propósito, são necessários muita dedicação, conhecimento e estar atento a diversas questões estratégias — e a precificação correta é uma delas!

Muitos varejistas caem na armadilha dos cálculos imprecisos e acabam encontrando prejuízos ao invés de lucros no fim do mês. Para obter bons resultados, seja para um produto ou serviço, é preciso levar uma série de fatores em conta que a maioria dos gestores não costuma identificar e colocar na ponta do lápis.

Atualmente, os principais métodos utilizados são os de mark-up e margem bruta. Se você ainsa não sabe a diferença entre eles continue lendo este post e saiba agora qual é o melhor método para evitar erros e baixas inesperadas nos rendimentos de sua loja!

Continue lendo

Para que uma empresa tenha sucesso e cresça, o empreendedor deve medir resultados empresariais. Eles são referentes aos dados do marketing, do financeiro, da contabilidade e até mesmo índices de produtividade.

Conhecer esses dados e interpretá-los possibilita tomar melhores decisões. Dessa forma, também é possível pensar sobre futuros investimentos e melhorias e verificar o que está de acordo com o planejamento estratégico e os objetivos traçados.

Continue lendo

varejo43

 À medida que o tempo passa, a tecnologia avança no sentido de otimizar as tarefas do dia-a-dia. Nesse aspecto, as operações bancárias têm passado por inúmeras inovações  e uma delas é a que se refere justamente aos meios de pagamentos eletrônicos.

Atualmente as transações com cartões de débito/crédito deixaram de ser um diferencial no varejo para tornar-se requisito imprescindível, e gerenciar o controle das vendas tem se tornado um grande desafio para os gestores.

Pensando em facilitar esse processo, a Artsoft Sistemas buscou uma parceria com a NTK Solutions, empresa pioneira no Brasil em transferência eletrônica de fundos (TEF) para oferecer aos nossos clientes a solução Pay&Go e PayReport.

Continue lendo

 

15695010 xlCom a mudança do perfil dos consumidores, que passaram a ser ainda mais exigentes, as técnicas de abordagem comercial também precisam passar por uma reformulação. Elas devem atender as expectativas dos clientes de maneira mais assertiva, e o meio mais eficiente para isso, hoje, é conhecer as necessidades das pessoas. Só assim você poderá oferecer as soluções certas.

Veja, em nosso post de hoje, um passo a passo de como conhecer melhor os seus clientes e gerar novas vendas. Preparado? Então vamos lá:

Mantenha um diálogo aberto com o seu cliente

Estabeleça um meio de comunicação para o seu cliente se expressar. Além de você permitir o estreitamento da relação entre ele e a sua empresa, essa ferramenta contribuirá para o conhecimento de quais são os reais anseios e necessidades dessas pessoas.

Para isso, disponibilize um canal on-line (chat, e-mail, perfil em redes sociais etc.) ou off-line (ligações telefônicas, por exemplo) e colete as informações pertinentes. Essa será a base para você desenvolver as soluções que integrarão os seus produtos e serviços.

Descubra por que o cliente compra com você

Por que o seu cliente prefere comprar com você em vez de negociar com os seus concorrentes? Se você conseguir responder essa pergunta, descobrirá um ou mais diferencias competitivos para a sua empresa se destacar no mercado.

Pergunte isso a ele, compare com as práticas utilizadas pela concorrência e desenvolva esse potencial para você gerar novas vendas. Assim você poderá desenvolver o seu negócio sustentavelmente.

Solicite feedbacks aos clientes

A pesquisa de opinião pode indicar o nível de satisfação dos seus clientes e ainda abrir portas para receber sugestões de melhorias para o negócio. Estimule os seus consumidores a falarem o que eles pensam e sentem em relação a empresa e dê abertura para sugerirem ideias.

Nesse momento, o cliente expressa o que realmente gostaria e espera da sua organização. Você pode se surpreender com as dicas gratuitas que receberá para tornar o seu negócio ainda mais lucrativo!

Verifique o histórico de compras

Os dados registrados em compras passadas também podem dizer muito sobre os seus clientes. Descubra quais são os seus hábitos de compra analisando:

  • Qual é o período eles compram mais;
  • Qual é o valor do ticket médio (valor total das vendas de um período ÷ quantidade de vendas realizadas);
  • Quais são as formas de pagamento mais utilizadas;
  • Quais são os produtos mais procurados.

Desenvolva, a partir dos dados obtidos, promoções exclusivas para cada perfil. E acredite: essa estratégia poderá alavancar as vendas de uma forma surpreendente.

Utilize um sistema de gerenciamento

Sem um software de gerenciamento de dados, todas essas informações podem ficar perdidas e nunca serem descobertas. A gestão eficiente de um negócio depende inteiramente da estrutura que você constrói baseada em um bom software. E esse programa deve ser capaz de armazenar os dados e administrá-los de forma inteligente.

Todas essas dicas, aplicadas em conjunto com uma ferramenta de software de gestão, darão a você os detalhes mais importantes para o desenvolvimento de estratégias arrasadoras.

E você, o que faz para gerar novas vendas para o seu negócio? Conte para a gente. Deixe um comentário!

Economizar dinheiro é um dos passos mais importantes para construir um empreendimento de sucesso duradouro. Reduzir o excesso de custos em processos cotidianos da empresa pode resultar numa até então inimaginável reserva financeira para eventuais problemas na produção e épocas de vacas magras.

No post de hoje você vai descobrir algumas técnicas que podem diminuir custos da sua loja e engordar bastante os lucros do seu estabelecimento. Pegue papel e caneta e anote tudo que puder. Vamos lá!

 

Regule o seu estoque

Já parou para pensar em quantos produtos estocados você simplesmente não vende devido a quebras, vencimento da validade, acidentes ou excesso de unidades? Pois é. Um estoque mal gerenciado pode causar prejuízos constantes a empreendimentos de varejo e atacado.

Por isso, investir em mecanismos que otimizem o processo de estocagem é fundamental. É o pequeno custo a mais que provavelmente irá encher os cofres da sua empresa. Invista num software ERP capaz de contabilizar e monitorar os itens armazenados. Em pouco tempo perceberá os resultados.

Invista em um software de gestão e automatize os processos operacionais

Aliás, softwares ERP não apenas diminuem e melhoram simultaneamente a contagem de estoque, como quase todos os processos administrativos do seu negócio.

O ERP é moldado de acordo com as necessidades de cada empresa. Então, ele pode automatizar operações como apresentar o fluxo de caixa, calcular a quantidade das vendas, pagar contas e os salários, montar estatísticas de crescimento e uma série de funções mais. Tudo isso numa única tela, que pode ser acessada de forma simples e rápida por você e pela a sua equipe de trabalho. Praticamente todas as empresas de sucesso usam o ERP.

Ao usar o software você também reduz o uso de papéis e concentra os esforços dos colaboradores na produção e no atendimento ao cliente.

Calcule os gastos por cliente para diminuir custos

Existe uma métrica financeira que ajuda o empresário a calcular o custo por cliente. Isso é fundamental, porque você pode estar gastando muito mais do que o necessário para atender a sua atual demanda por produtos e atendimento.

Mensure exatamente a quantidade de saídas do seu negócio e o quanto você armazena. Faça o mesmo com o número de funcionários. Às vezes, você pode realocar a mão de obra para setores que realmente necessitam de mais pessoas para alcançar índices satisfatórios de produtividade.

Reduza as contas

Nunca é demais falar: economize muito na água e na luz. Eles podem parecer custos irrelevantes, mas que somados ao longo do ano, convertem-se numa quantia considerável de dinheiro.

Nesse sentido, capacite e conscientize a sua equipe de colaboradores sobre a importância desses fatores no caixa da empresa.

Faça um planejamento financeiro detalhado

A melhor forma de reduzir os custos é identificar exatamente em quais processos a sua empresa mais gasta dinheiro.

Para fazer isso, elabore um planejamento financeiro com calma e atenção. Se preciso, conte com um profissional. Encontre os focos que consomem mais capital do empreendimento e busque soluções. Lembre-se de que gastos em compras de produtos e impostos também podem ser reduzidos.

Existem uma série de ferramentas gratuitas que também podem ajudar o seu empreendimento a crescer sem aumentar os gastos, como o uso do Google Drive, por exemplo. Aproveite as tecnologias disponíveis no mercado e faça a sua empresa decolar!

Como você reduz os custos do seu negócio? Conte para a gente! Deixe o seu comentário!

 

 

Read More

O mercado está cada vez mais tecnológico. Uma prova disso é o crescimento do e-commerce nos últimos tempos e a projeção de expansão desse tipo de negócio para os próximos anos. Nesse contexto, empresas de varejo que desejam continuar competitivas devem se adaptar e criar estratégias para incluir outros canais de atendimento aos seus clientes. Por isso falaremos, neste artigo, sobre a experiência multicanal, como ela é um fator importante na conquista de novos consumidores e de que forma a mobilidade pode ser uma aliada nesse processo de transição. Leia agora mesmo:

 

O que é multicanal

O relacionamento multicanal entre empresas e clientes já existe há algum tempo. Isso quer dizer que os consumidores usam diversos canais — como as lojas físicas, os catálogos e, mais recentemente, a internet — durante o processo de compra. Sendo assim, muitas companhias precisam modificar sua estratégia de atuação para atender às demandas, principalmente as que dizem respeito à venda pela web. Nesses casos, a experiência que os clientes têm, normalmente, são diferentes das experiências de compra em lojas físicas.

Multicanal versus omni-channel

De uma maneira bem simples, podemos dizer que o omni-channel é uma evolução do multicanal. No conceito de omni-channel, as empresas disponibilizam vários canais de relacionamento com o cliente — porém, essa companhia só será omni-channel a partir do momento em que o consumidor percebe uma conexão entre todos eles. Em outras palavras, a empresa deve estar presente em todos os canais de contato e as experiências dos consumidores em cada um deles não devem ser tão diferentes umas das outras.

A importância da mobilidade

Quando uma empresa decide marcar presença na internet, ela precisa se preocupar com o acesso à sua loja virtual por meio de smartphones e tablets. Isso porque todas as informações sobre a companhia e seus produtos ou serviços podem ser vistas mais rapidamente com a ajuda desses gadgets. Além disso, há a vantagem da reserva de itens: se um produto estiver esgotado na loja física, por exemplo, os clientes esperam poder reservá-lo por meio da loja virtual.

A popularização desses dispositivos e da internet móvel faz com que muitos consumidores tenham confiança para realizar suas transações dessa maneira. Contudo, para que as informações estejam integradas entre os canais — a disponibilidade de itens, por exemplo — é necessário que as empresas invistam em soluções tecnológicas — como um ERP, que reúne todas as áreas de um negócio e mantém o fluxo de dados atualizado.

Com essa evolução das relações de consumo, a integração e adequação da experiência mobile deve ser um assunto colocado em pauta e levado à prática. Não importa se a companhia optou por ser multicanal ou omni-channel, ela precisa estar ciente de que os processos móveis devem ser levados em consideração para a expansão do negócio.

Conte para nós: como a sua empresa se relaciona com seus clientes? Ela é multicanal ou omni-channel? E como a mobilidade se destaca nesse processo? Deixe um comentário! Aproveite para ler esta postagem sobre os benefícios de ser uma empresa sustentável.

Read More

Uma empresa está num estado de insolvência quando é devedora e tem prestações a cumprir de valores superiores aos rendimentos que recebe. O estado da insolvência pode levar à declaração de falência judicial ou pode ser revertido num processo de reestruturação financeira. Empresas raramente quebram da noite para o dia sem receber avisos prévios.

Num processo muito parecido com a Medicina (no caso de diagnóstico precoce de uma doença), se esses sinais ou avisos são primariamente detectados e depois tratados, é possível salvar uma empresa. Portanto, podemos afirmar que a maioria das empresas entra em processo de falência por falta de GESTÃO! Pergunta-se, então:

Quais são os sinais que podem indicar que uma empresa está se aproximando de uma possível falência? Seguem algumas possíveis respostas:

Read More

Continue lendo

artsoft-erp_logo-home

Soluções Inteligentes Lucros Rápidos

São Paulo: Rua Maria Aparecida do Amaral Godoi, 87, Jardim São Paulo.
Tel.: (11) 3090-4433
Rio de Janeiro: Rua México, 90 -  6 andar - Centro.
Tel.: (21) 3216-9100


Unidades de Negócio Artsoft: Artsoft Sistemas, Artsoft SAP & Artsoft Cloud

Default

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.

Fale Conosco