Tag: sistema ERP

O sonho de todo empreendedor é ver sua empresa crescer. Não existe alguém que tenha entrado nessa empreitada pensando em falência, por mais que essa seja a realidade. O sucesso, muitas vezes creditado à sorte, é baseado na reunião de vários fatores: dedicação, oportunidade, conhecimento e inovação e melhorias nos processos internos e no serviço em si.

À medida em que uma empresa cresce, aumenta a necessidade de profissionalizar sua operação. Estoque, empregados, fluxo de caixa, entre outros, devem estar apoiados em uma tecnologia de ponta, capaz de suportar novos produtos, pessoas e recursos sem comprometer o desempenho da empresa. Assim, é fundamental que o empresário saiba identificar o momento de adquirir um novo sistema de ERP. Listamos algumas dicas para ajudar no processo:

Continue lendo

Um Sistema ERP é um sistema de coleta de dados altamente relevantes e que servem para que a empresa planeje como será a sua alocação de recursos. Embora seja muito utilizado por empresas do tipo B2C, esse sistema também pode fazer parte da realidade de empresas B2B, garantindo resultados positivos importantes para qualquer negócio que deseja se tornar mais lucrativo. Veja quais são as suas vantagens do ERP para B2B!

 

Fornece um fluxo de informações relevantes

Assim como acontece com qualquer empresa, o ERP fornece um fluxo de informações altamente relevantes para o negócio e de maneira integrada para a empresa B2B.

Com isso, a empresa precisa se preocupar menos com a aquisição de dados, já que ela acontece de maneira automática. Além disso, o fluxo de informações é altamente confiável, fazendo com que elas possam fazer parte da cultura organizacional.

Facilita a gestão de processos

Com o ERP integrado à plataforma B2B, é muito mais fácil gerir os processos até mesmo devido à quantidade e relevância das informações geradas. Com isso, é fundamental que uma empresa B2B use um ERP para que ela possua mais controle sobre a gestão dos processos, além de torná-la otimizada. Com uma gestãofacilitada, inclusive, é possível simplificar processos.

Melhora a tomada de decisão

A facilidade do cruzamento de dados fornece dados que são conseguidos indiretamente e que permitem uma análise importante sobre quais devem ser os próximos passos da empresa, por exemplo. Com isso, a tomada de decisão passa a ser apoiada por um alicerce constituído de informações importantes e que realmente refletem as possibilidades futuras.

Garante uma contabilidade mais eficiente

Como os dados são adquiridos e analisados de maneira automática, a contabilidade acaba sendo mais eficiente por dois motivos: o primeiro é que ela é feita de maneira mais rápida e o segundo é que ela tem menos chances de possuir erros. Com isso, ao usar um ERP a empresa B2B passa a ter uma contabilidade muito mais otimizada e que está de acordo com todas as necessidades legais e organizacionais.

Permite maior controle financeiro

Os dados do ERP também garantem que a empresa B2B tenha mais controle financeiro sobre seus processos e operações em geral, garantindo que seja possível fazer uma gestão de custos muito mais eficiente. Dessa forma, a empresa passa a experimentar uma redução nos custos e, principalmente, nos desperdícios de recursos.

Aumenta a eficiência

No lugar de ter diferentes planilhas isoladas com informações complexas, o ERP permite que a empresa B2B tenha o máximo de integração de informações, aumentando a sua eficiência. Com isso, é necessário menos tempo para a aquisição, conferência e análise de dados, permitindo que a empresa foque em sua atividade-fim com muito mais precisão.

Sendo mais eficiente, a empresa também é mais produtiva e gasta menos recursos, como tempo e dinheiro, para fornecer os mesmos resultados.

A utilização de ERP é fundamental também para empresas B2B, já que essa integração garante uma tomada de decisão melhor, assim como a gestão de processos. Outros fatores positivamente impactados pelo uso do ERP incluem a contabilidade, o setor financeiro e o posicionamento da empresa em geral.

Conte para nós: o que você achou das vantagens do ERP para B2B? Deixe um comentário.

 

 

Read More

Você se lembra de quando não existia o telefone celular? Muita gente costuma dizer que não sabe como vivia sem o aparelho. A mãe que quer ligar para seu filho a cada meia hora, o filho que quer conversar com os amigos o tempo todo e o profissional que armazena informações de trabalho no seu smartphone e precisa acessar no momento que sai do avião.

As empresas vivem um fenômeno parecido. Muitos empresários não sabem como seria o desempenho da organização sem um sistema ERP. Afinal de contas, a praticidade é inegável e a economia de tempo é de encher os olhos de qualquer gestor. Mas o mais importante é contribuir para a satisfação do cliente, que também é impactado por uma gestão otimizada através de um sistema ERP de qualidade.

Neste post, explicaremos como é possível calcular o ROI de um sistema ERP. Mas você ainda não sabe o que é o ROI? Não tem problema! Começaremos este texto explicando isso:

O que é ROI?

ROI é a abreviação do termo em inglês Return on Investment, que em português quer dizer Retorno sobre investimento. Esse cálculo é considerado por muitos profissionais de marketing e de departamentos financeiros a métrica mais importante para um investimento empresarial.

Isso porque quando a empresa cria uma campanha publicitária, ela deseja receber um retorno maior do que está aplicando. Da mesma forma, quando a companhia investe em um profissional, o gestor está contando com o trabalho dele para alcançar resultados que compensem os custos da contratação dessa nova mão de obra.

Com um sistema de gestão não é diferente: também é possível mensurar o valor do ROI quando se faz esse tipo de investimento. Então vamos começar analisando o quanto pode ser economizado com o sistema:

Por que reduzir custos?

Outra situação do passado que os mais antigos vão lembrar são aqueles escritórios das décadas dos anos 1960 onde cada executivo tinha uma secretária. Datilografar era quase uma afronta para um funcionário de alto padrão. Para isso, uma secretária era responsável por todas as atividades burocráticas da rotina de trabalho.

Um dos principais benefícios de um sistema de gestão é automatizar tarefas que antes tomavam muito tempo. Um simples procedimento de registro de venda quando é feito sem o auxílio de um sistema pode demorar até 5 vezes mais.

Para uma empresa ter um crescimento sustentável, ela deve realizar atividades de gestão inerentes a qualquer ramo de atividade. Realizar planejamento estratégico, fluxo de caixa, marketing e gestão de pessoas são alguns exemplos. Registrar as informações referentes a esses processos geram inteligência de mercado e facilita a tomada de decisões.

Todos esses dados podem estar reunidos e gerar um grande ganho de tempo para a empresa concentrar esforços em outras atividades que impactarão no aumento de vendas ou na qualidade dos produtos.

Por que automatizar processos?

Toda essa facilidade torna a empresa mais enxuta e gera um investimento menor com mão de obra e impostos. Mas lembre-se: não basta ter um bom sistema. A empresa deve ter uma liderança qualificada para que a tecnologia atue a favor do negócio. O foco de qualquer empresa deve ser sempre o cliente! Os sistemas automatizam esse processo, mas não substituem o fator humano.

Muitos empresários se queixam da falta de tempo para realizar atividades de relacionamento com seus consumidores, por exemplo. Um bom sistema pode automatizar o processo e permitir que a empresa se relacione melhor com sua base de clientes.

Já vimos que um Sistema ERP tem inúmeras vantagens. Agora vamos abordar outra questão: como calcular o ROI?

Como calcular o ROI do sistema ERP?

Existe uma fórmula para calcular o ROI. A fórmula é a seguinte:

  • ROI = receita obtida – custo do investimento x 100 / custo do investimento.

Vejamos um exemplo:

  • ROI = R$ 10.000,00 – R$ 4.000,00 x 100 / R$ 4.000,00. Nesse caso, o ROI será 150%.

Para calcular o ROI de um sistema ERP, devemos estipular a receita obtida por meio da redução de custos trabalhistas, o ganho de automatização de estoques e a redução de retrabalho. Pesquisas indicam que grande parte das empresas que adotam um sistema ERP consegue obter o retorno sobre o investimento apenas com redução de custos trabalhistas.

Como usar todas as vantagens de um sistema ERP?

Para obter o ROI com menor tempo e reduzir ao máximo os custos proveniente do seu sistema ERP, é necessário ter uma plataforma que integre toda a gestão da empresa. Buscar sistemas com soluções específicas pode significar perder a chance de ter um software que integre as áreas de fluxo de caixa, relacionamento com cliente, gestão de processos, estoque etc.

Outra função cada vez mais utilizada é integração para dispositivos móveis. Por meio de smartphones e tablets, o gestor pode acessar todos os dados que precisa. E um grande benefício obtido com o crescimento da conectividade e da banda larga são as soluções em nuvem. Os serviços de armazenamento em nuvem nada mais são do que um espaço virtual para você guardar suas informações. Como elas ficam armazenadas na web, basta você ter uma conexão com a internet para acessar todos os dados que precisa.

Um sistema ERP pode reunir todas essas soluções e deixar a gestão da empresa cada vez mais simplificada. Enfim, respondendo à pergunta inicial deste texto, sim, é possível calcular o ROI de um sistema ERP. Mas para ter os valores exatos, a empresa precisará ter os registros de despesas fixas e variáveis para realizar o cálculo. Essa é outra tarefa que será otimizada com o uso de um sistema.

Demonstramos diversas vantagens de implantar um sistema, mas vale lembrar que cada empresa tem suas especificidades. Existem diferentes tipos de sistemas e diferentes funções que devem ser analisadas para encontrar a solução ideal para o seu negócio. É sempre importante buscar fornecedores comprometidos com um bom serviço, que se disponham a prestar o suporte adequado e que tenham o cuidado de desenvolver um tutorial bem-feito para que o cliente possa encontrar sem dificuldades o que ele precisa.

Você ainda tem alguma dúvida sobre como calcular o ROI de um sistema ERP? Então deixe um comentário registrando as suas questões!

Read More

 

O que fazer quando você percebe que seu sistema de gestão já não acompanha mais seu ritmo? Leia este estudo patrocinado pela SAP e saiba mais sobre:

  • Quais as principais estratégias de redução de custo implementadas pelas PMEs?
  • O que é mais importante: analisar produto, serviços ou clientes no momento de redução de custo?
  • Como basear-se no valor do negócio para analisar custos?
  • Como fazer com que as atividades financeiras sejam mais eficientes e integradas?

Baixe este material gratuitamente através do link: http://promo.artsoftsistemas.com.br/obsolescencia-dos-sistemas

Read More

O setor de vendas é apenas a ponta do iceberg em um negócio. Por isso, para evitar naufrágios colossais, a melhor saída é preparar todos os setores da empresa de forma a cumprir um dos objetivos principais do seu negócio: vender mais. Com o software ERP, é possível preparar a estrutura do empreendimento visando o alcance desses objetivos.

Um bom ERP otimiza os processos internos de todos os departamentos da empresa ao juntá-los num único software, integrando dados e fornecendo relatórios precisos. Ao aprimorar a parte operacional e técnica do seu negócio, essa ferramenta permite que o gestor consiga satisfazer os clientes e vender muito mais. Veja como!

Read More

Continue lendo

Contar com bons fornecedores é indispensável para os negócios, sejam eles parte da indústria ou do comércio. Isso porque eles suprem diversificados processos da cadeia produtiva e a falta ou falha de algum deles pode desencadear problemas graves nos fluxos de serviço da empresa.

Nesse sentido, é preciso não apenas ter critérios rígidos para a escolha deles, mas também criar mecanismos de relacionamento para fortalecer os laços, aumentando assim a confiabilidade mútua entre as empresas contratantes e contratadas. Contudo, hoje, o controle dos fornecedores nas organizações, muitas vezes, é feito baseado apenas em preço e prazo de pagamento o que é um grande equívoco, pois são questões consideráveis somente para o fluxo de caixa.

Pensando nesta problemática, selecionamos cinco variáveis que indicarão como identificar quem são os parceiros mais valiosos para o seu negócio, bem como aqueles que precisam ser substituídos. Confira:

Read More

Continue lendo

Prover executivos e suas equipes com informações confiáveis para apoiar a tomada de decisão deveria ser uma prioridade em qualquer tipo de negócio.

Quando isso não acontece, as escolhas mais importantes da empresa passam a ser feitas com base em palpites e achismos, prática essa que pode atrasar ou até mesmo inviabilizar o crescimento sustentável da organização.

Para evitar essa armadilha, confira quatro informações que você pode estar calculando de forma equivocada:

Read More

Continue lendo

O ambiente de trabalho sofre interferências contínuas dos mais diversos elementos. Embora o humor dos colaboradores e as condições do clima não possam ser controlados, manter a organização física do espaço nas estações de trabalho é fundamental. De acordo com a filosofia japonesa conhecida como 5S, a desordem é responsável por diversos entraves: desde acidentes com máquinas até problemas financeiros.

A metodologia tem como base a implantação do sistema de qualidade total e recebeu esse nome em função das seguintes palavras japonesas: Seiri (utilização), Seiton (arrumação), Seiso (limpeza), Seiketsu (normalizar) e Shitsuke (disciplina).

Organizações de variados portes aplicam e obtém diversos benefícios com esse sistema. No Brasil, é comum a utilização da palavra “senso” antes de cada um dos hábitos propostos pela teoria. Elencamos abaixo, de forma simplificada, os 5 conceitos básicos da técnica para melhorar a qualidade e aumentar a eficiência do seu ambiente de trabalho.

Read More

Continue lendo

Provavelmente você já ouviu falar que implementar um sistema de gestão (também conhecido como ERP — Enterprise Resource Planning) é o caminho natural para a profissionalização da empresa.

As razões específicas para que os gestores invistam nesta tecnologia variam, mas basicamente se concentram na redução de custos e aumento de produtividade. A grande dúvida, no entanto, é saber se a empresa já está no ponto ideal para fazer esse investimento de longo prazo. Resolvemos então discutir sobre alguns sinais de que está na hora de investir em um ERP no seu negócio. Veja a seguir.

Read More

Continue lendo

A razão de todo e qualquer negócio é obter lucros. Pode parecer algo óbvio de dizer mas o verdadeiro empresário precisa não só entender esse conceito a fundo mas saber como ele funciona na prática. Para que uma empresa cresça é preciso estar constantemente investindo em comunicação, logística, pesquisa, tecnologia entre outros. Sabemos que a organização não se sustenta apenas com o setor de vendas. O problema é que, seja por descuido ou falta de equipe especializada, nem sempre as estratégias são bem traçadas — tanto em pequenas quanto em grandes empresas. É aí que mora o perigo, pois os investimentos podem facilmente se configurar em gastos se não apresentarem os resultados esperados. Mas é possível saber o que se pode esperar de cada esforço envolvido? Existe alguma fórmula?

Read More

Continue lendo

artsoft-erp_logo-home

Soluções Inteligentes Lucros Rápidos

São Paulo: Rua Maria Aparecida do Amaral Godoi, 87, Jardim São Paulo.
Tel.: (11) 3090-4433
Rio de Janeiro: Rua México, 90 -  6 andar - Centro.
Tel.: (21) 3216-9100


Unidades de Negócio Artsoft: Artsoft Sistemas, Artsoft SAP & Artsoft Cloud

Default

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.