Blog Artsoft Sistemas

Assine nosso blog e receba semanalmente materiais educativos sobre gestão e tecnologia para otimizar a administração da sua empresa:

Gestão por indicadores: 5 dicas essenciais para o seu negócio atacadista

Adotar a gestão por indicadores em um negócio atacadista amplia o controle e a eficiência de processos, favorecendo ganhos de performance.

Por meio dela, é possível delimitar índices e medidas para avaliar a excelência dos resultados e processos de vendas, marketing, relacionamento com o cliente etc. E com a análise conjunta deles, dá para descobrir o nível de efetividade das rotinas da empresa e se os resultados condizem com o esperado.Definindo indicadores de desempenho para cada setor, as chances de obter sucesso na gestão do negócio se ampliam. Porém, a implantação desse modelo deve ser feita com planejamento e boa pesquisa para descobrir indicadores que realmente podem entregar resultados. A seguir, você verá 5 dicas de como essa gestão pode ser implementada para que progrida de forma eficiente.

1. Selecione indicadores individuais, grupais e setoriais

Para adotar uma gestão baseada em KPIs (Key Performance Indicators), ou indicadores-chave de desempenho, é importante escolher métricas individuais, grupais e setoriais. Isso para que seja possível entender a performance de cada funcionário, equipe e dos setores dentro da empresa.Tal prática favorece a identificação de gargalos e problemas específicos, facilitando a correção deles rapidamente.

2. Adote diferentes tipos de indicadores

É importante adotar distintos indicadores para ampliar o conjunto de análises organizacionais. Os mais usados são:

  • Indicadores de produtividade: ajudam a mensurar a produtividade de colaboradores, equipamentos, equipes, entre outros. Permitem descobrir o grau de eficiência no aproveitamento de recursos em relação às entregas e resultados obtidos dentro de um período específico (geralmente por hora). Por exemplo, o índice de produtividade homem/hora;

  • Indicadores de capacidade: avaliam a capacidade dos processos da empresa, como a produção de produtos e serviços, o empacotamento de mercadorias etc. Também consideram um limite de tempo;

  • Indicadores estratégicos: ajudam a entender a situação da empresa, seja no aspecto externo ou interno, em relação a metas e objetivos previamente traçados. Servem como comparativos entre os planos da empresa e a situação dela.

  • Indicadores de qualidade: permitem avaliar o grau de conformidade entre processos, produtos e serviços em relação a padrões de qualidade preestabelecidos. Por exemplo, níveis de avarias, de descartes de produtos por quedas ou por prazos de validades expirados entre outros;

  • Indicadores econômicos: esses incluem índices de lucratividade, rentabilidade entre outros.

3. Implemente indicadores amplos e segmentados

Além de adotar indicadores para equipes, funcionários e setores, é importante que eles sejam segmentados. Por exemplo, o valor do ticket médio ajuda a descobrir os clientes que mais contribuem com o sucesso da sua empresa atacadista, sendo específico da área de vendas. O mesmo vale para a taxa de sucesso em vendas.Já o índice de turnover costuma servir tanto para a empresa, quanto para cada área específica, embora seja mais usado pelo RH.Também é interessante adotar indicadores que considerem grau de satisfação dos clientes atendidos, sejam eles externos ou internos. No caso dos internos, é possível avaliar como cada setor colabora com os demais.

4. Informe os indicadores aos colaboradores

A adoção de indicadores permite maior transparência e clareza na comunicação de resultados aos funcionários, pois, utilizando termos numéricos, fica mais simples avaliar a performance individual, grupal ou setorial.Sendo assim, é fundamental que todo gestor mantenha seus liderados conscientes dos números que correspondam a seus desempenhos, para que possam corrigi-los se estiverem abaixo do esperado.

5. Utilize soluções tecnológicas na sua gestão por indicadores

Algumas ferramentas tecnológicas otimizam a gestão por indicadores, pois fornecem dados, executam cálculos com base em históricos de desempenho e geram relatórios detalhados com os indicadores escolhidos. Isso facilita o trabalho do gestor, que pode contar com informações precisas e confiáveis.Um sistema gerencial ERP (Enterprise Resource Planning) geralmente tem esse tipo de funcionalidade, ainda mais se for integrado a uma ferramenta de BI (Business Intelligence).

Em termos práticos, o uso de indicadores favorece a obtenção de informações sobre aspectos comerciais, operacionais e administrativos do negócio. Tais pontos otimizam a tomada de decisões e o planejamento estratégico, diminuindo riscos e favorecendo a melhora do desempenho da sua empresa atacadista.E a gestão por indicadores pode ser mais eficiente se aplicada junto a um software de gestão especializado.

Aliás, que tal conhecer um sistema assim voltado especificamente para atacadistas e distribuidores?Clique aqui, visite o nosso site e solicite uma demonstração!

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma resposta:

artsoft-erp_logo-home

Soluções Inteligentes Lucros Rápidos

São Paulo: Rua Maria Aparecida do Amaral Godoi, 87, Jardim São Paulo.
Tel.: (11) 3090-4433
Rio de Janeiro: Rua México, 90 -  6 andar - Centro.
Tel.: (21) 3216-9100


Unidades de Negócio Artsoft: Artsoft Sistemas, Artsoft SAP & Artsoft Cloud

Default

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.

%d blogueiros gostam disto: