Blog Artsoft Sistemas

Assine nosso blog e receba semanalmente materiais educativos sobre gestão e tecnologia para otimizar a administração da sua empresa:

Como uma espinha de peixe ajuda a entender os problemas na sua empresa


Pontos fracos

Como qualquer ferramenta, o método possui limitações: ele deixa de apresentar eventuais relacionamentos entre as causas, que normalmente são interdependentes, por exemplo, e apresenta o risco de não selecionar as causas que deveriam ser efetivamente focalizadas.

Porém, não é difícil solucionar esses problemas com o uso de outros métodos combinados ao diagrama da espinha de peixe. Além disso, uma boa dica para selecionar as causas mais relevantes é observar se elas aparecem repetidas em categoias. Você já ouviu falar no diagrama de Ishikawa? Talvez você o conheça pelos nomes “Espinha de Peixe” ou “Causa e Efeito”. O uso dessa técnica de qualidade ultrapassa décadas, provando que ainda é uma maneira eficiente de se analisar problemas em uma instituição. Para nunca mais deixar passar um problema na sua empresa sem entender sua causa, continue lendo nosso post!

Read More

 

O que é o diagrama de Ishikawa

O método foi criado pelo engenheiro de controle de qualidade Kaoru Ishikawa, na década de 60, para levantar causas dos problemas no processo de fabricação de um determinado produto em uma indústria japonesa, mas a ferramenta pode ser utilizada em inúmeras outras situações, especialmente em ambientes industriais.

Ao sair do Japão, o diagrama começou a fazer parte do dia a dia de grandes corporações, que buscam o aperfeiçoamento contínuo. Ele representa uma excelente maneira de visualizar as causas de um problema, ampliando as possibilidades de soluções e, consequentemente, gerando melhorias nos processos.

Como criar o diagrama

Mas, afinal, como é que se desenvolve uma espinha de peixe? É isso o que vamos explicar agora. O ideal é desenvolver o método em equipe, por isso, prepare lousa ou flip e siga os passos:

  1. Escreva o problema do lado direito da folha ou quadro, dentro de uma caixa.

  2. Desenhe uma seta na horizontal apontando para a caixa, representando a espinha dorsal do peixe.

  3. Identifique categorias principais para abrigar as causas relacionadas ao problema, escrevendo-as paralelamente à linha horizontal, como se fossem as grandes espinhas. Estas categorias podem ser itens como pessoal, método, máquinas, materiais (as clássicas), além de outras como políticas, procedimentos e planta (as mais administrativas) e o que mais a equipe levantar.

  4. Liste as causas relacionadas a cada categoria ao longo das linhas, formando causas secundárias. Não tem problema se os itens levantados no brainstorming não forem unânimes entre o grupo, liste cada um deles sem julgar.

  5. Analise cada causa secundária mais profundamente e insira no diagrama, com uma marcação ainda menor, o terceiro nível de detalhamento.

Como analisar o diagrama

Quando a chuva de ideias estiar, aí sim é o momento de avaliar as informações, identificando os principais itens a serem atribuídos como causas do problema e analisando-os mais profundamente, procurando fornecer ao grupo todas as informações necessárias. Ouça todas as partes e procure chegar a um consenso, circulando os itens escolhidos.

Após discutirem como cada item circulado impactará sobre o problema, criem um plano de ação para resolver as questões.

Pontos fortes

Essa técnica permite uma melhor visualização das possíveis raízes de um problema, já que é uma ferramenta para levantar direcionadores, estabelecendo uma relação entre o efeito e suas causas e possibilitando um detalhamento de cada item. O driagrama ainda incentiva a criatividade da equipe graças ao processo de brainstorming.rias diferentes.

Se tiver ficado com qualquer dúvida em relação ao método de Ishikawa ou ainda se tiver tido uma experiência interessante com ele, escreva para a gente nos comentários!

Etiquetas: , ,

Deixe uma resposta:

artsoft-erp_logo-home

Soluções Inteligentes Lucros Rápidos

São Paulo: Rua Maria Aparecida do Amaral Godoi, 87, Jardim São Paulo.
Tel.: (11) 3090-4433
Rio de Janeiro: Rua México, 90 -  6 andar - Centro.
Tel.: (21) 3216-9100


Unidades de Negócio Artsoft: Artsoft Sistemas, Artsoft SAP & Artsoft Cloud

Default

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.

Fale Conosco
%d blogueiros gostam disto: