Blog Artsoft Sistemas

Assine nosso blog e receba semanalmente materiais educativos sobre gestão e tecnologia para otimizar a administração da sua empresa:

As 5 melhores dicas de gestão para atacadistas

 

O mercado de atacado já foi um dos mais simples e seguros para se atuar. Bastava ter os melhores produtos disponíveis e vendê-los a um preço acessível para conseguir aumentar sua renda. Porém, hoje em dia não há mais essa segurança, cabendo à gestão para atacadistas coordenar o trabalho a fim de garantir a maior lucratividade possível.

Essa tarefa não é fácil, ainda mais com um mercado tão concorrido.

Vamos entender um pouco mais sobre esses desafios na gestão do atacado? Acompanhe:

Gestão para atacadistas: entenda os principais desafios

Existem vários complicadores no mercado de atacados. Separadamente podem parecer apenas empecilhos, mas em conjunto representam um grande problema para o negócio, caso não seja feita uma gestão satisfatória.

Por isso, é sempre importante entender os atuais desafios da gestão, observar a qual deles você já respondeu e aqueles aos quais é preciso atentar. Além do mais, nem sempre percebemos os problemas de nosso próprio negócio, tornando o olhar de pessoas de fora uma forte arma para melhorar os processos na empresa.

Veja mais detalhes nos próximos tópicos:

Os impactos da crise no varejo

A crise pela qual o Brasil passou — e ainda está passando — nos últimos dois anos, reduziu a quantidade de vendas diárias do varejo. Como consequência, o mercado de atacados teve uma redução considerável no número de pedidos mensais.

Ao mesmo tempo, foi observado um aumento do ticket médio do varejo total. Isso significa que os consumidores estão indo menos vezes aos pontos de venda, mas quando vão consomem uma maior quantidade, exigindo também uma mudança no ritmo de entregas do atacado.

A logística de transporte

Em consequência da já citada crise, a logística do transporte de mercadorias precisa ser alterada. Podemos apontar nesse sentido que serão feitas menos movimentações por mês, mas com um volume maior de itens em cada viagem.

Assim, além de as rotas precisarem ser bem estipuladas  é preciso atentar para o volume que é transportado, tomando os devidos cuidados com a legislação. É igualmente importante garantir que as viagens sejam lucrativas, evitando gastos desnecessários com a carga.

O controle de estoques

Um dos grandes problemas no atacado, atualmente, é o controle de estoques. Em outras palavras, empresas que optam por fazer a gestão manualmente podem ter prejuízo por terem dados insuficientes, ou dificuldade de rastrear os itens no meio de tantos outros.

Assim, encontrar um bom sistema de gestão é uma das saídas para esse problema. Entretanto, isso envolve um segundo problema: qual sistema poderia suprir a demanda da empresa sem ocasionar perdas?

A mudança das demandas

Sem dúvida o modelo clássico de atacado está entrando em declínio. Inclusive, é possível observar isso por meio da atual moda da criação de atacarejos, uma mescla entre o contingente de mercadorias e preços do atacado sendo adotada no formato de varejo.

Outra tendência que mostra a queda do modelo de negócio tradicional do atacado é a presença da demanda por atendimento online. Mesmo quando se trata de um mercado B2B, essa mudança tem se feito cada vez mais presente, representando um grande desafio à gestão.

A gestão eficiente

Um desafio constante à gestão de atacados é a própria gestão. Afinal, estabelecer metas, ter controle sobre processos e conseguir colher e analisar os dados do negócio é uma tarefa absolutamente árdua.

Com grandes estoques, muitos setores e um número elevado de colaboradores, a gestão do atacado carece de vários processos para funcionar. Ao mesmo tempo, alguns processos podem reduzir o lucro da empresa, sendo totalmente desnecessários e descartáveis.

Como melhorar o desempenho

Como o objetivo deste texto também é auxiliar você no processo de gestão da sua empresa, separamos aqui as 5 principais dicas para melhorar o desempenho do seu negócio atacadista.

1. Estabeleça metas realistas para a empresa

O primeiro passo para melhorar o desempenho das vendas é criar um objetivo. Parte do trabalho de gestão para atacadistas é analisar as possibilidades de progresso para a empresa, estimando o quanto ela pode crescer em um determinado período. Em contrapartida, se esta for uma meta arbitrária e irreal, a empresa não terá o melhor resultado possível, além de sempre restar a sensação de ter falhado.

Isso vale tanto para estimativas altas quanto baixas. Metas inalcançáveis geram frustração na equipe, enquanto metas muito curtas limitam seu potencial. O ideal, portanto, é buscar um equilíbrio entre as duas possibilidades.

2. Enxugue ao máximo os processos operacionais

Uma das atividades que mais gera custos para a empresa é o trabalho de escritório. Ou seja, quanto mais tempo os procedimentos operacionais consomem, mais cara será a gestão para atacadistas.

Por isso, reduzir ao máximo o volume de trabalho operacional é uma das melhores formas de cortar custos. Sempre avalie se algum procedimento pode ser otimizado, ou mesmo se ainda é necessário. Isso poupará tempo e custos que terão grande reflexo em seu faturamento anual.

3. Faça uma análise regular do progresso da sua empresa

Reunir métricas sobre o desempenho das vendas é o básico para qualquer empresa, especialmente as de atacado. Porém, após reunir todas estas informações, o próximo passo da gestão para atacadistas é avaliar o que esses dados significam. Sem isso, o trabalho de recolhimento de informação não terá adiantado de nada.

É importante destacar que essa análise deve ser feita ao longo do tempo. Isso significa que os dados de hoje devem ser comparados tanto às metas e ao planejamento quanto com os estados anteriores. Não atingir a meta estabelecida, mas ainda assim conseguir algum progresso, não é sinal de uma gestão falha, por exemplo.

4. Transmita o conhecimento para toda a equipe

Apesar de a maioria das informações da empresa serem destinadas à diretoria, é importante que os demais funcionários tenham acesso a esses dados. Uma boa parte da gestão para atacadistas ocorre na microgestão feita pelos colaboradores no dia a dia da companhia. Quanto mais eles souberem, mais eficientes e autônomos eles poderão ser em suas funções.

5. Invista em automação de processos

Por fim, os processos operacionais, mesmo enxugados, ainda podem se tornar mais eficazes. Tanto a captação quanto a transmissão de informações podem ser melhoradas com a utilização de softwares de gestão, que disponibilizam um banco de dados para toda a empresa. É a solução mais segura, evitando erros e acelerando todos os processos.

Agora você sabe como melhorar sua gestão para atacadistas. Quer saber mais sobre como otimizar o trabalho da sua empresa? Então veja nosso site e solicite uma demonstração.

 

ERP, gestão para atacadista, Software de Gestão

Deixe uma resposta:

artsoft-erp_logo-home
artsoft-erp_logo-home

São Paulo: Rua Maria Aparecida do Amaral Godoi, 87, Jardim São Paulo.
Tel.: (11) 3090-4433
Rio de Janeiro: Rua México, 90 -  6 andar - Centro.
Tel.: (21) 3216-9100


Grupo: Artsoft Sistemas, Artsoft SAP & Artsoft Cloud

Default

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.

Fale Conosco
%d blogueiros gostam disto: